… escrever o jogo da liberdade da alma
é o mesmo que sentir a existência a brincar
com o álbum do futuro.
 
(O Jogo da Liberdade da Alma, p. 69)
 
 

Este volume reúne as intervenções e outros materiais das Segundas Jornadas Llansolianas de Sintra (Centro Cultural Olga Cadaval, 25 e 26 de Setembro de 2010) centradas na problemática da alma e dos jogos da sua liberdade, a partir de O Jogo da Liberdade da Alma e da grande entrevista «O Espaço Edénico», entretanto editados em francês e italiano. Trata-se, na Obra de Maria Gabriela Llansol, de uma perspectiva não metafísica e não religiosa da alma, uma realidade que, nesta Obra, se alimenta da filosofia de Spinoza e remete, desde o início e com as mais diversas nomeações, para o corpo de afectos, a libido e o mútuo enquanto suportes, modos e vias de uma forma particular de «conversação espiritual», de «uma espécie de luz que vem da cena interior». Para Llansol, a liberdade da alma provém da «experiência estética da alma», o seu jogo é um «jogo de vida». in O Jogo da liberdade da Alma

 
 

A liberdade da alma

 

Índice


Llansol: a liberdade da alma
Org. de João Barrento e Maria Etelvina Santos
PVP - 15€
COMPRAR
Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.